Datagro: safra 2021/22 deve registrar 12º aumento seguido na área de plantio

Levantamento da Datagro, realizado até sexta-feira passada (24), mostra que os trabalhos de semeadura do milho de verão no Centro-Sul estão acelerados e alcançaram 28,7% da área total esperada

A área semeada com cereais e oleaginosas no Brasil na safra 2021/22 deve crescer pela 12ª vez consecutiva e pode alcançar 72,45 milhões de hectares, o que corresponde a um aumento de 4,1% em comparação com o período anterior.

Os dados fazem parte da primeira análise da consultoria Datagro para a safra 2021/22, divulgada nesta quinta, 30

VEJA TAMBÉM | Milho: retração compradora pressiona indicador ESALQ/BM&FBovespa

Já a estimativa preliminar da produção total de grãos para 2021/22 é de 299,27 milhões de toneladas que, caso se concretize, significaria evolução de 17% sobre a frustrada safra atual, revisada neste levantamento para 256,20 milhões de t.

Na comparação com o recorde de 266,88 milhões de t de 2020, haverá crescimento de 12%.

O coordenador de Grãos da Datagro, Flávio Roberto de França Junior, disse em nota que “Observamos nesta nova temporada que está próxima de se iniciar um quadro animador e semelhante ao verificado em igual momento de 2020, em função da boa oferta de crédito, preços excepcionais observados nas principais culturas e sentimento de mercado ainda favorável em 2022”.

Ele acrescentou que “esse volume aconteceria em linha com a expectativa de aumento da área a ser semeada e pela expectativa inicial de produtividade média dentro da normalidade, contando com comportamento climático regular e positivo nível de utilização de insumos”.

Segundo a Datagro, definida a área a ser semeada, o que mais pesa nessa boa expectativa inicial de produção é o nível tecnológico a ser utilizado nas lavouras, cuja tendência se mostra outra vez positiva para a produtividade.

O comportamento do clima, terceiro grande fator para a definição da safra, é sempre o mais delicado e duvidoso. E, como no mesmo momento do ano passado, o sentimento é novamente incerto.

“Por enquanto, dados meteorológicos indicam apenas a chegada mais cedo das chuvas na região central e precipitações abaixo do normal na região Sul e parte do Sudeste já a partir de outubro”, estima a Datagro.

O plantio do milho de verão no Centro-Sul do Brasil da safra 2021/22 está acelerado. Levantamento da Datagro, realizado até sexta-feira passada (24), mostra que os trabalhos de semeadura alcançaram 28,7% da área total esperada, ante 22,2% na semana anterior.

O avanço semanal foi de 6,5%, acima dos 3,7% em igual momento de 2020 e em linha com os 6,6% da média normal de 5 anos para o período.

O fluxo está agora um pouco superior aos 25,4% em igual momento do ano passado e bem acima dos 21,5% da média normal.

“A aceleração do processo se deve basicamente ao positivo fluxo dos trabalhos na região Sul, que vem sendo beneficiada pela alternância de chuvas e períodos de sol”, conclui a Datagro.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.