Demanda aquecida impulsiona cotações do Café

Indicador CEPEA/ESALQ da variedade arábica subiu 3% entre os dias 16 e 23 de outubro
Foto: Paulo Lanzetta.

Apesar da queda pontual dos preços de café na segunda-feira, 22, os valores continuam em alta no mercado brasileiro. Informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq USP) apontam que a elevação das cotações de arábica e robusta está atrelada ao aumento nos valores externos de ambas as variedades e à maior demanda.

O Indicador CEPEA/ESALQ do café arábica tipo 6, bebida dura para melhor, fechou a R$ 456,81/saca de 60 kg, avanço de 3% entre 16 e 23 de outubro. Quanto ao robusta, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 finalizou a R$ 335,17/sc, aumento de 0,34% no mesmo comparativo.

Continue a leitura após o anúncio

Segundo pesquisadores do Cepea, a alta das cotações atraiu um maior número de vendedores nos últimos dias e a liquidez esteve elevada. Entretanto, com o recuo na segunda-feira e a aproximação do segundo turno das eleições, agentes voltaram a se afastar do mercado nesta semana, dificultando o fechamento de novos negócios.

Fonte: Cepea

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.