Deputada Tereza Cristina assume presidência da FPA

Cerimônia de posse acontecerá nesta terça-feira

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) realiza, nesta terça-feira, 20, cerimônia de posse da nova diretoria que vai compor a gestão da instituição no ano de 2018. A deputada Tereza Cristina (DEM-MS) assume a presidência no lugar do deputado Nilson Leitão (PSDB/MT), que passa a ser a liderança do partido na Câmara dos Deputados. No comando da FPA, Tereza deixa o cargo de vice-presidente, posição que ocupou em 2017.

Em sua gestão, a deputada quer incluir na pauta de discussões políticas públicas mais eficientes ao desenvolvimento do agronegócio nacional, com uma proposta mais consolidada para obtenção de financiamento à produção agrícola no país, bem como novas fontes de renda e investimento aos produtores rurais. “O principal objetivo é reduzir a dependência do crédito agrícola oficial, dando mais estabilidade e fôlego ao setor produtivo que garante o abastecimento e a segurança alimentar de milhares de brasileiros diariamente. Os produtores precisam ter sua renda garantida em detrimento da expressiva produtividade que alcançam”, ressalta Tereza Cristina.

Continue a leitura após o anúncio

A deputada também vai dar prioridade à modernização das leis vigentes sobre defensivos agrícolas, licenciamento ambiental e aquisição de terras por empresas brasileiras com maior capital estrangeiro. “Só é possível garantir segurança jurídica e competitividade ao setor se buscarmos modificar a legislação atual. Essa não acompanhou os avanços conquistados ao longo dos anos. São leis defasadas e que travam o desenvolvimento social e econômico do Brasil”, afirma a nova presidente. Demarcação de terras indígenas e quilombolas, além da produção agrícola para os índios são temas que merecem ainda destaque na atuação da Frente, segundo a deputada.

Perfil – Antes de se apresentar como candidata à Câmara dos Deputados, a engenheira agrônoma, graduada na Universidade Federal de Viçosa (MG), foi cotada para concorrer ao governo de seu Estado. No Mato Grosso do Sul, ocupou como gerente-executiva quatro secretarias: Planejamento, Agricultura, Indústria, Comércio e Turismo. No último ano, ocupou a liderança do PSB na Câmara dos Deputados.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO