Dia Nacional do Campo Limpo retoma atividades presenciais com o lançamento da ação de sustentabilidade

De volta ao formato presencial, a 18ª edição da celebração acontece em 95 cidades de 18 estados

Após dois anos de comemorações virtuais, o Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL), celebrado em 18 de agosto, voltará a ser presencial. As centrais de recebimento abrem novamente suas portas para a comunidade e promovem ações de conscientização ambiental para celebrar os bons resultados do Sistema Campo Limpo, programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas. Já são mais de 680 mil toneladas de embalagens corretamente destinadas, desde 2002, início da operação.

Com a participação de centrais de recebimento de 95 municípios, em 18 estados, a 18ª edição da data tem como destaque o DNCL Sustentabilidade, marcado pela arrecadação de mudas de árvores. As unidades de recebimento estão realizando parcerias para conseguir as doações de mudas, que serão plantadas em locais definidos por órgãos públicos e comunidade. A expectativa é arrecadar, pelo menos, 12 mil mudas.

“A iniciativa simboliza nosso compromisso com a conservação ambiental e está alinhada à missão de promover a economia circular, reduzindo o consumo de recursos naturais e a emissão de gases de efeito estufa”, afirma Marilene Iamauti, gerente de Sustentabilidade do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).

O tema deste ano – “Comemorando juntos as conquistas de todos” – traduz a união de esforços dos elos da cadeia agrícola (indústria, agricultores, revendedores e poder público) para o sucesso do Sistema Campo Limpo, que tem o inpEV como entidade gestora. “O programa brasileiro é líder mundial na destinação desses materiais. 94% das embalagens plásticas comercializadas no país são encaminhadas para reciclagem (93%) ou incineração (7%). As resinas plásticas provenientes do Sistema dão origem a novos artefatos, inclusive novas embalagens e tampas de agroquímicos – a
Ecoplástica® e a Ecocap®”, explica o diretor-presidente do inpEV, João Cesar Rando. Ele destaca que o programa brasileiro é referência para outros setores da economia pelo pioneirismo em concretizar a economia circular.

Solenidades e ações educativas

A cerimônia oficial do Dia Nacional do Campo Limpo acontecerá simultaneamente em São Paulo (SP) e Rio Verde (GO). Na capital paulista, a solenidade será no Congresso da Andav – Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários, que representa cerca de 2 mil distribuidores de insumos agropecuários do país. Na central de Rio Verde, contará com a presença de autoridades, agricultores, revendedores, representantes de entidades, entre outros convidados. Os dois eventos serão realizados no dia 18/08, às 11h, com transmissão ao vivo pelo
programa Dia Dia Rural, do Canal Terra Viva. Durante a semana, será possível acompanhar as atividades nas redes sociais do inpEV, incluindo homenagem a agricultores e divulgação de um esquete teatral gravado e disponibilizado no YouTube do inpEV, direcionado a alunos do Ensino Fundamental.

Além da campanha de sustentabilidade, as centrais participantes do evento promoverão atividades dentre as seguintes categoriais:

• DNCL Solenidade: celebração com a presença de autoridades públicas;
• DNCL Portas Abertas: visita de alunos e comunidade;
• DNCL na Escola e Universitário: ações voltadas para estudantes de ensino
fundamental, médio e universitários;
• DNCL Ação com Agricultor: homenagem aos agricultores.

Todas essas ações permitem a disseminação de boas práticas ambientais, que ganham ainda mais relevância quando o mundo se mobiliza para evitar as mudanças climáticas. “Mostramos nossa contribuição para a construção de uma agricultura cada vez mais sustentável e a importância de agirmos pelo bem das futuras gerações”, enfatiza Rando.

O Sistema Campo Limpo e inpEV

O Sistema Campo Limpo (SCL) é o programa brasileiro de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas, que tem como base o princípio das  responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes, registrantes e canais de distribuição), com apoio do poder público.

O Sistema conta com mais de 260 associações de revendas e cooperativas e atende cerca de 2 milhões de propriedades rurais em todo o País (censo agrícola de 2017). Fundado em 2002, o inpEV, Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, é a entidade gestora do Sistema Campo Limpo, com o processo regulamentado pela Lei Federal de Agrotóxicos nº 7.802 e seu decreto regulamentador 4.074/02. É uma instituição sem fins lucrativos, formada por 140 fabricantes e nove entidades representativas da indústria, distribuidores e agricultores.

O recém-lançado Relatório de Sustentabilidade 2021 pelo Instituto traz os principais feitos do inpEV na gestão do Sistema Campo Limpo para a preservação do meio ambiente e desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável, com destaque para os resultados do ano passado.

Mais informações sobre o inpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br, no Facebook, Youtube e Instagram.

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

As apostas são altas para o futuro da produção de carne no Brasil. Veja o que dizem as lideranças ouvidas para o Especial Perspectivas 2021 do Anuário DBO. Assista:

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.