Diferença de preço entre traseiro e o dianteiro bovino cai 50%

Enquanto cortes traseiros perdem valor, cotação do dianteiro avança, aponta levantamento do Cepea

A diferença de preços entre os valores do traseiro e do dianteiro do boi gordo, que era de R$ 6,32 em janeiro deste ano (no mercado atacadista da Grande São Paulo), caiu para R$ 3,07/kg nesta semana. Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a diferença reflete a alta de preços do dianteiro em paralelo à desvalorização dos cortes traseiros.

Com base no comportamento histórico dos preços da carne negociada em São Paulo, os pesquisadores dizem que essa diferença tende a se “estreitar ainda nas próximas semanas”. “A diferença entre os valores do traseiro e do dianteiro tende a diminuir ainda mais, com desvalorização para o primeiro e valorização para o segundo”, enfatiza o Cepea.

Continue a leitura após o anúncio

Para reforçar a sua estimativa, o centro de pesquisa faz menção ao comportamento dos preços da carne bovina em 2018, 2017 e 2016. No início de 2018, a diferença entre o traseiro e o dianteiro era de R$ 6/kg, e caiu para R$ 2,7/kg no início do segundo semestre daquele ano. Nessa mesma base de comparação, em 2017, a diferença saiu de R$ 5,5/kg para R$ 2,94/kg, enquanto que, em 2016, passou de R$ 4,30/kg para R$ 1,74/kg.

Confira esta e outras notícias na coluna “Dia a dia do mercado pecuário”.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO