Dólar fecha dia estável, mas sobe 1,58% na semana

Bolsa volta a subir e acumula alta de 11,4% em novembro
Foto: Reuters/Nazanin Tabatabaee/ West Asia News Agency

Em um dia de oscilações no mercado financeiro, o dólar fechou praticamente estável, mas encerrou a semana perto de R$ 5,50, devolvendo parte da queda da semana anterior. No mercado de ações, a bolsa de valores subiu depois de dois dias de queda.

O dólar comercial fechou esta sexta-feira (13/11) vendido a R$ 5,475, com pequeno recuo de R$ 0,003 (-0,05%), na primeira queda depois de três dias de alta. A cotação alternou momentos de alta e de baixa, em um dia volátil. Na máxima do dia, por volta, das 13h, a moeda chegou a ser vendida a R$ 5,52, recuando durante a tarde após o otimismo se consolidar nos mercados internacionais.

Apesar do recuo nesta sexta, o dólar fechou a semana com alta de 1,58%. Na semana passada, quando foram realizadas eleições presidenciais nos Estados Unidos, a divisa tinha caído 6,07%.

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3, fechou o dia aos 104.723 pontos, com alta de 2,16%. O indicador começou o dia estável, mas disparou ao longo da sessão. O Ibovespa encerrou a semana com alta de 3,7% e acumula valorização de 11,4% em novembro.

Em um dia marcado por poucas notícias econômicas no Brasil, o mercado foi influenciado pelo exterior. As expectativas em torno do surgimento de uma vacina contra a covid-19 impulsionaram as bolsas norte-americanas, mesmo com o aumento de casos da doença nos Estados Unidos e o aperto nas restrições sanitárias em vários países da Europa.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.