Dólar fecha em leve alta em dia de Ação de Graças nos EUA

Bolsa subiu pouco e manteve-se acima dos 110 mil pontos
Foto: Reuters/Marcos Brindicci

Em um dia de poucos negócios por causa do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, o dólar fechou em leve alta. A bolsa de valores operou em queda, mas fechou com pequeno ganho, mantendo-se acima dos 110 mil pontos.

O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (26/11) vendido a R$ 5,335, com alta de R$ 0,015 (+0,28%). Sem a principal referência no mercado internacional, a divisa oscilou bastante. Abriu em alta, chegou a cair para R$ 5,29 por volta das 14h30 e reverteu a queda, até encerrar próxima da estabilidade.

O mercado de ações teve um dia semelhante. O índice Ibovespa, da B3, fechou o dia aos 110.227 pontos, com alta de 0,09%. O indicador operou em baixa durante quase toda a sessão, mas reagiu durante a tarde até entrar em território positivo nos 40 minutos finais de negociação.

Sem notícias no mercado externo, as negociações dependeram fundamentalmente de fatores internos. O déficit primário de R$ 3,56 bilhões em outubro, divulgado hoje pelo Tesouro Nacional, veio melhor que o esperado pelas instituições financeiras, que projetavam resultado negativo de R$ 44,1 bilhões.

As declarações do secretário do Tesouro, Bruno Funchal, negando divergências entre o Ministério da Economia e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também ajudaram a dissipar parte das tensões. O secretário repetiu declarações dadas ontem (25) à noite pelo ministro Paulo Guedes e disse que o governo tem um projeto para conter o crescimento dos gastos públicos e desvincular parte das receitas

Segundo Funchal, o plano envolve a aprovação, nas próximas semanas, de propostas em tramitação no Congresso Nacional.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.