Menu
Menu

DSM prevê 5 milhões de cabeças confinadas em 2018

Estimativa responde por alta de 3% em relação às 4,85 milhões de cabeças confinadas no ano anterior
Juliano Sabella, Marcos Baruselli (DSM) e Thiago Carvalho (Cepea). Foto: Alisson Freitas

Por Alisson Freitas

O confinamento de bovinos deve continuar crescendo em 2018. De acordo com Marcos Baruselli, gerente de confinamento da DSM, a expectativa é que o país feche o ano com 4,98 milhões de cabeças terminadas no cocho, alta de 3% em relação às 4,85 milhões de cabeças confinadas no ano anterior.

“Esperávamos alcançar esse número apenas em 2020, mas a necessidade do produtor de aumentar a sua produtividade fez com que o sistema de confinamento se tornasse mais atrativo”, destacou Baruselli, durante o encerramento do Tour de Confinamento na manhã desta terça-feira, 3 de dezembro em São Paulo, SP.

A estimativa contraria algumas projeções pessimistas da atividade ao longo do ano, quando a alta no preços dos grãos usados na alimentação dos animais colocava em cheque a rentabilidade dos confinadores. “Confinamento envolve planejamento antecipado. Os produtores que fizeram isso no início desse ano conseguiram travar os custos e garantir sua margem”, explica Thiago Carvalho, pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq USP).

Para 2019, a expectativa dos analistas é que o confinamento continue em crescimento, embalado pela possível alta na @ do boi gordo, em função da baixa oferta de animais para o abate, e pela queda no preço dos grãos, em virtude do aumento de produção da safra atual. No fechamento de mercado da B3, no dia 30 de novembro, a @ de boi gordo teve pico de R$ 160, alta de 7% em relação ao valor praticado em setembro deste ano.

“Mesmo a possível alta no custo da reposição não deve afetar a rentabilidade do produtor. A compra do boi magro costuma responder por cerca de 70% dos gastos da atividade e não deve oscilar mais do que isso. O produtor já está acostumado a calcular a sua margem em cima disso “, diz Carvalho.

Com o cenário positivo para a atividade, a DSM estima que em 2025 o Brasil chegue a 10 milhões de cabeças confinadas.

Fonte: Portal DBO

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Tá! Tá! Tá na hora!

Hélio Casale recomenda manejos práticos no cafezal pra garantir uma lavoura produtiva e sustentável.

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×

Carrinho