Egito reduz regras sanitárias para o frango brasileiro

Decisão deve reduzir em pelo menos 10% o custo de produção do frango exportado pelo Brasil ao país

O Egito, principal parceiro do Brasil no mundo árabe, afrouxou as regras de inspeção sanitária para o frango brasileiro, segundo informou hoje a Câmara de Comércio Áraba-Brasileira (CCAB). Segundo a entidade, o ministério da agricultura local emitiu, em março, decreto que desobriga a inspeção de lotes de frango do abate até a entrega no porto de embarque por veterinários licenciados no país.

+Bolsonaro deve jantar com embaixadores islâmicos amanhã

Continue a leitura após o anúncio

“Na prática, a decisão vai diminuir a burocracia e baratear o custo do frango que chega ao Egito, uma vez que a inspeção sanitária era bancada pelos frigoríficos”, afirma a CCAB em nota. Segundo seu presidente, Rubens Hannun, a medida é “resultado de um intenso trabalho setorial envolvendo a Câmara Árabe, a Abiec, a ABPA, a Fambras e a Embaixada do Brasil no Egito” e “traz uma nova perspectiva para o comércio com o país”.

Hannun estima em ao menos 10% a redução no custo do frango a partir da flexibilização das regras sanitárias. A estimativa considera a diária de US$ 200 dólares paga a cada veterinário egípcio, mais custos com viagem e estadia, durante os 40 dias que ficam em média no Brasil. Do ponto de vista comercial, a flexibilização deve contribuir para o Brasil reduzir, em parte, a recente perda de espaço na Arábia Saudita.

Os sauditas têm investido para diminuir a dependência do frango importado, em plantas subsidiadas e na aquisição no exterior de empresas de alimentos, com ajuda de seu fundo soberano. A meta é até 2030 é importar até 40% da demanda. Hoje esse percentual chega a 70%.

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO