Embarques brasileiros de gado vivo sobem 7,6% em março

Foram embarcadas 48,6 mil cabeças no mês passado, tendo o Egito como maior comprador

As exportações brasileiras de animais vivos cresceram 7,6% em março, para 48,6 mil cabeças, em relação ao volume registrado no mesmo mês de 2018, informou a Scot Consultoria, com base nos dados computados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Na comparação com fevereiro último, os embarques do mês passado subiram 35%.

No acumulado de janeiro a março deste ano, o maior comprador de gado em pé do Brasil foi o Egito, com a importações de 50.067 cabeças, o que representou 41% das vendas totais no período trimestral. O segundo principal cliente foi a Turquia, responsável por 22,6% (ou 27.657 bovinos) do total embarcado no período, seguido pelo Iraque (20.351 cabeças, ou 16,6%), Líbano (15.479 unidades, ou 12,6%) e Jordânia (8.708 animais, ou 7,1%).

Continue a leitura após o anúncio

Em 2018, as exportações nacionais de gado em pé atingiram o volume recorde de 784,32 mil cabeças, quase o dobro da quantidade registrada em 2017, de 400,6 mil bovinos.

Entre 2015 a 2018, o embarque de bovinos vivos registrou significativa taxa média de crescimento anual de 58%.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO