Embrapa desenvolve hambúrguer de fibra de caju de baixo custo

Fabricação utiliza subproduto que até então era totalmente descartado pelas indústrias de processamento

A Embrapa Agroindústria Tropical, sediada no Ceará, anunciou o desenvolvimento comercial de hambúrgueres compostos por fibra do caju, subproduto que até então era totalmente descartado pelas indústrias de processamento da castanha e do suco do fruto.

Seu processo de fabricação envolve a lavagem da fibra para redução da acidez e do sabor da fruta, além de um processamento para diminuir o tamanho das fibras.

Segundo pesquisadores da Embrapa, um estudo de viabilidade econômica demonstrou que, enquanto o quilo de outros hambúrgueres vegetais pode ser encontrado no mercado por R$ 50, o de caju pode ser “comercializado por R$ 12”. Esse preço, garante a entidade, também menor que o valor do hambúrguer de carne bovina, “cujo valor do quilograma no mercado gira em torno de R$ 15”, segundo cálculos da Embrapa.

Uma indústria carioca já adotou comercialmente a nova tecnologia da Embrapa, desenvolvendo uma linha de coxinhas, hambúrgueres e outros salgados feitos com a fibra do caju, informa Marlos Bezerra, chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agroindústria Tropical.

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.