Embrapa e Apex-Brasil assinam acordos de cooperação no agro

Acordo visa aumentar a competitividade do agronegócio brasileiro e sua capacidade de inserção nas cadeias globais de valor
Foto: Divulgação

Foram assinados na manhã desta terça-feira (21/07) em Brasília dois acordos entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Um deles é um acordo geral de cooperação e outro um acordo de cooperação técnica para atração de investimentos, com definição de um plano de trabalho para direcionar as primeiras atividades da parceria.

Assinaram os documentos o presidente da Apex-Brasil, Sergio Segovia, e o presidente da Embrapa, Celso Moretti (foto acima). A cerimônia foi realizada na sede da Apex em Brasília e contou ainda com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Continue a leitura após o anúncio

A parceria tem por objetivo contribuir com o fortalecimento da agropecuária brasileira e prevê esforços conjuntos para aumentar a competitividade do setor e sua capacidade de inserção nas cadeias globais de valor, por meio da sinergia entre as agendas de pesquisa agropecuária, promoção internacional da agropecuária brasileira e captação de investimentos estrangeiros.

Vamos unir nossas especialidades para promover o que o País tem de melhor, compreendendo o agronegócio como a grande força motriz do Brasil. Esse acordo abrirá novas frentes de trabalho para a Apex-Brasil em iniciativas associadas à inovação via startups e à atração de investimentos direcionados para pesquisa e desenvolvimento do setor agropecuário. Adicionalmente, ainda poderemos trabalhar na geração de conteúdo, de modo a ampliar a produção e divulgação de materiais de inteligência de mercado e de promoção do País como um ator fundamental para o agronegócio global”, afirmou em nota Sergio Segovia.

“Essa parceria permitirá que a Embrapa, junto com a Apex-Brasil, acesse mercados e investidores, possibilitando a captação de recursos e a vinda de investimentos maiores e mais robustos ao Brasil. Eu já participei de várias missões coordenadas pela Apex-Brasil, como recentemente ao Emirados Árabes Unidos, por exemplo, e vejo que existem enormes oportunidades para trabalharmos em conjunto”, disse em nota Celso Moretti.

O presidente da Embrapa destacou alguns dos instrumentos que o acordo facilitará, como a promoção de ações junto a startups que usam tecnologia da Embrapa, atração de investimentos para pesquisa e desenvolvimento com apoio dos 43 centros de pesquisa da Embrapa no País, compartilhamento de estruturas das duas instituições no exterior e também a cooperação e inteligência estratégica em prol do desenvolvimento produtivo do agronegócio, entre outros.

A Embrapa é uma empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura e a Apex-Brasil é uma agência ligada ao governo que trabalha pela promoção do Brasil e seus produtos no exterior, além da atração de investimentos estrangeiros.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO