Embrapa recebe R$ 1,4 milhão para conclusão do laboratório Quarentenário Nacional

Unidades serve às espécies vegetais, incluindo pastagens, para pesquisa e identificação de qualquer tipo de praga

A Embrapa recebeu R$ 1,4 milhão para término da construção do prédio do Laboratório Quarentenário Nacional, da Estação Quarentenária da Embrapa, em Brasília. A verba foi repassada à Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília-DF) pelo Ministério da Agricultura.

O recurso, recebido por meio de um Termo de Execução Descentralizada (TED), também vai assegurar a ampliação dos serviços quarentenários em território brasileiro, a partir da integração das equipes da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia com o Serviço Quarentenário Nacional, da Secretaria de Defesa Agropecuária do ministério.

Segundo a chefe-geral da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Cléria Inglis, a liberação desse montante se deu por meio de uma articulação com a deputada Bia Kices (PSL-DF), que solicitou a TED, oriunda de um recurso extra orçamentário, ao ministério.

Com isso, um total de R$ 1,216 milhão será aplicado em obras do laboratório e na construção de um galpão para colocar maquinários. Para aquisição de equipamentos para instalação de datacenter e a estruturação de equipamentos do Laboratório Quarentenário Nacional serão investidos outros R$ 253,89 mil. “A meta é equipar a estrutura de armazenamento de dados, laboratórios e trabalhos técnicos”, disse.

Nova instalação

Instalada na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, a Estação Quarentenária é credenciada pelo ministério para fazer os serviços referentes à quarentena de espécies vegetais, incluindo pastagens, com a finalidade de pesquisa e identificação de qualquer tipo de praga (insetos, ácaros, fungos e bactérias, nematoides, plantas infestantes e vírus).

Desde sua criação em 1976 até 2019, o serviço barrou um total de 90 pragas exóticas encontradas em diversas culturas que deram entrada no Brasil para utilização em pesquisa.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.