Empresa espanhola fecha acordo para venda de energia solar gerada no Brasil

Usina na Paraíba terá uma capacidade total de produção de 66 megawatts
Foto: Soninha Vill/GIZ-Agência Brasil.

A EDP Renováveis (EDPR), com sede na Espanha e controlada pela EDP portuguesa, chegou a um acordo de 19 anos para compra e venda de energia gerada pelo parque solar de Lagoa, na Paraíba, que deve começar a operar em 2022.

De acordo com o anúncio feito pela companhia de eletricidade à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) de Portugal, a usina brasileira terá uma capacidade total de produção de 66 megawatts.

Continue a leitura após o anúncio

Segundo a EDPR, este novo projeto solar “aumenta a diversificação tecnológica do portfólio da EDPR”, cuja capacidade solar em 2022 deverá atingir 1,3 gigawatts, segundo previsões.

Em seu plano estratégico para o período 2019-2022, a multinacional pretende atingir a produção de 7 gigawatts, dos quais já garantiu, após este último contrato, 5,3 gigawatts.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO