Esalq/USP e Cena/USP farão diagnósticos de Covid-19 para trabalhadores do agronegócio

De acordo com a nota das entidades, os teste serão feitos principalmente para funcionários das linhas de produção e distribuição de alimentos
Teste Coronavírus. Foto: iStock/Mapa

A Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq) viabiliza parcerias para que a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP) e o Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP), em Piracicaba (SP), realizem diagnósticos da Covid-19 para trabalhadores do agronegócio. De acordo com a nota da entidade, os teste serão feitos principalmente para funcionários das linhas de produção e distribuição de alimentos.

A campanha batizada de “Fealq Pela Vida” também capta recursos para exames de pacientes da rede pública de saúde, envolvendo prefeituras e outras unidades da USP e da Embrapa Pecuária Sudeste.

Em comunicado, a instituição informa que o objetivo da campanha é contribuir para segurança das pessoas que atuam no setor e garantem o abastecimento a toda população, além de ajudar a desafogar a demanda por exames na rede pública. A capacidade é de realizar até 570 testes diários em três laboratórios.

Os exames de Covid-19 são viabilizados de duas formas. Uma delas é contratação do “Teste Solidário”, modalidade em que a organização interessada adquire a quantidade necessária de diagnósticos para seus colaboradores e doa um percentual para testes de pacientes da rede pública, que serão selecionados pelas secretarias de saúde dos municípios indicados.

A outra forma de colaborar é a simples doação de recursos, que pode ser feita por meio de depósito em conta bancária da Fealq. A entidade sem fins lucrativos faz o repasse para os laboratórios. Se quiser, o doador poderá direcionar sua contribuição a uma das instituições participantes. Veja mais detalhes sobre as duas formas de colaboração no site www.fealq.org.br/pelavida.

Além do laboratório coordenado por pesquisadores da Esalq/USP e do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP), em Piracicaba, também participa do projeto a unidade da Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos (SP). A Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA/USP), em Pirassununga (SP), já realiza exames a preço de custo para prefeituras paulistas, também em parceria com a Fealq.

Por que testar trabalhadores do Agro?

Taxa de transmissão elevada

Dados indicam que cada infectado, mesmo sem apresentar sintomas, transmite Covid-19 para até três pessoas, em média, no Brasil. O impacto da taxa de transmissão do novo coronavírus nas linhas de produção e distribuição de alimentos, além do risco à saúde das pessoas, pode gerar graves prejuízos ao setor.

Escassez e demora de diagnósticos no Brasil

Estudos apontam a maior oferta de exames como um dos fatores para redução de casos. Significa que, quanto mais testes, melhor o enfrentamento da doença e menor taxa de transmissão do novo coronavírus. Mesmo assim, poucos laboratórios realizam diagnóstico no Brasil, o que eleva o tempo de espera pelos resultados e prejudica as ações de controle.

Responsabilidade Social

Ao colaborar com os “testes solidários”, as empresas do setor vão proteger seus colaboradores e ainda podem doar testes para pacientes da rede pública de saúde.

Fonte: Esalq/USP.

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.