Carne bovina: Exportações indicam forte recuperação

Segundo o Cepea/Esalq-USP, os volumes significativos embarcados pelo Brasil no mês passado foram impulsionados especialmente pelos envios à China

As exportações brasileiras de carne bovina in natura voltaram a somar volume significativo em março, impulsionadas especialmente pelos envios à China. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (8/4) pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

VEJA TAMBÉM | Cotação do boi gordo registra novo recorde, informa Cepea

Segundo pesquisadores do Cepea, a forte recuperação das vendas externas em março pode estar atrelada aos novos surtos de Peste Suína Africana (PSA) registrados na China e também ao retorno das compras daquele país, depois do Ano Novo Chinês, comemorado em fevereiro.

De acordo com dados da Secex, em março, foram embarcadas 133,8 mil toneladas da proteína in natura, 31% a mais que em fevereiro e 6,27% acima da quantidade de março de 2020. Trata-se, também, de volume recorde para um mês de março, considerando-se a série histórica da Secretaria, iniciada em 1997.

Assim como as exportações, os preços do boi gordo, do bezerro e da carne também atingiram recordes em março e seguem firmes neste começo de abril. Além da demanda externa aquecida, os valores do Brasil são sustentados pela baixa oferta de animais prontos para o abate.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.