Exportação do agronegócio do RS recua 17,3% em setembro

No acumulado do ano, o agronegócio do Rio Grande do Sul exportou US$ 8,957 bilhões
Foto: Appa.

O setor agropecuário do Rio Grande do Sul exportou 17,3% menos em valor em setembro em relação a igual mês do ano passado. O Estado faturou US$ 874 milhões, sendo soja e carnes os principais produtos exportados, aponta o Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS, divulgado pelo sistema Farsul nesta terça-feira, 9. “Apenas o grupo cereais teve resultado positivo, puxado pelo arroz”, diz nota do Sistema Farsul.

O complexo soja exportou o equivalente a US$ 470 milhões, recuo de 13,7%, na comparação com setembro de 2017. Farelo de soja também caiu, 2%, para US$ 40,68 milhões, e soja em grão cedeu 17,5% em faturamento, para US$ 409 milhões. Já o óleo de soja avançou 174% em faturamento, para US$ 20,79 milhões.

Continue a leitura após o anúncio

No grupo carnes o resultado foi uma retração de 42% no valor exportado, o equivalente a US$ 177 milhões. Frango e suínos tiveram as vendas reduzidas pela metade, uma retração de 51,8% e 50,2%, para US$ 50,05 milhões e US$ 22,71 milhões, respectivamente. Já a carne bovina apresentou um aumento de 12,6% no valor exportado, encerrando o mês de setembro a US$ 20,98 milhões.

Na comparação entre os meses de agosto e setembro de 2018, também houve retração de 16,2% no valor (ante US$ 1,044 bilhão em agosto deste ano) e 22,6% no volume exportado – em setembro foi exportado 1,519 milhão de toneladas e, em agosto, 1,964 milhão de toneladas.

O complexo soja registrou queda de 25,3%, assim como fumo (-5,3%) e produtos florestais (-22,8%). Já o grupo carnes teve alta de 24,9%, puxado pelas vendas de frango e suínos (80,5% e 18,2%). A comercialização da carne bovina caiu 18,5%. O arroz foi o responsável pelo aumento de 44,3% do grupo cereais, com um crescimento de 45% no período.

No acumulado do ano, o agronegócio do Rio Grande do Sul exportou US$ 8,957 bilhões, um aumento de 4,5% na comparação com o mesmo período de 2017. O setor foi responsável por 67,3% do valor total exportado pelo Estado. O saldo da balança comercial do setor foi de US$ 316 milhões. A China segue como principal destino do produto gaúcho, com 47,9% do total comercializado. Na sequência vêm Estados Unidos (3,6%) e Eslovênia (2,9%).

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Relacionado

Conteúdo original Revista DBO