Exportações brasileiras de carne suína em março crescem 51% em volume e 57% em receita

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), os embarques somaram 109,2 mil toneladas no mês passado
Foto: Reprodução

As exportações brasileiras de carne suína in natura e processada somaram 109,2 mil toneladas em março, 51,5% acima de março do ano passado, quando foram exportadas 72,1 mil toneladas, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Em receita, as vendas do setor alcançaram US$ 261,7 milhões, 57,6% mais. No acumulado do ano, as exportações de carne suína totalizaram 253,5 mil toneladas, aumento de 21,86% ante o registrado no primeiro trimestre de 2020, quando foram embarcadas 208 mil toneladas. A receita foi de US$ 594 milhões, 22,4% acima de igual período de 2020.

É o maior volume mensal de exportações já registrado pela suinocultura do Brasil, e reforça a expectativa de novo recorde nas vendas totais para o ano“, disse em nota o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

A China importou em março 58,7 mil toneladas (+64,6%), e 132,9 mil toneladas no trimestre (+36,5%). No segundo lugar, aparece Hong Kong, com 17,5 mil toneladas em março (+49,9%) e 37,3 mil toneladas no trimestre (-6,2%), seguido do Chile, com 5,1 mil toneladas em março (+98,2%) e 15 mil toneladas no trimestre (+69,6%).

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.