Exportações e confinamento mantêm reposição em alta

Bom desempenho das exportações de animais vivos e maior demanda por bovinos dão suporte às cotações

A forte oscilação nos preços do gado gordo afastou os recriadores dos negócios, que perderam paridade de compra frente ao gado magro nas últimas semanas, relata boletim semanal da Informa Economics FNP.

No entanto, a despeito da demanda contida, os preços dos animais de reposição encontraram suporte em algumas praças pecuárias em função do bom desempenho das exportações de animais vivos e da procura por bovinos para a preparação do segundo giro de confinamento.

Continue a leitura após o anúncio

“Apesar dos elevados preços de reposição, há um potencial aumento nas expectativas de confinamento em 2019 em função de estimativas para os preços da arroba no segundo semestre do ano”, justifica a FPN.

O Indicador Bezerro Esalq (animal Nelore, de 8 a 12 meses) fechou a quinta-feira cotado a R$ 1.281,39/cabeça, na praça do MS, com estabilidade em relação ao dia anterior, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO