Exportações reagem no primeiro mês de 2020

As saídas brasileiras de lácteos se elevaram em 46% de dezembro/19 a janeiro/2020, somando 2,9 mil toneladas

Em janeiro, foi registrada uma alta significativa nas exportações de leite em pó frente aos últimos anos. Segundo dados da Secex, o volume total exportado no primeiro mês de 2020 atingiu 1,02 mil toneladas, sendo que 97% foram destinados para a Argélia, no valor médio de US$ 3,10/kg. Vale lembrar que, em dezembro/19, a quantidade desse mesmo derivado não ultrapassou 11 toneladas.

O volume de creme de leite exportado em janeiro também superou a média registrada em 2019, com aumento de 55% frente ao mês anterior, totalizando 766 toneladas. A maior demanda veio por parte dos Emirados Árabes Unidos, que desembolsaram, em média, US$ 4,69/kg pelo produto.

Continue a leitura após o anúncio

Assim, as saídas brasileiras de lácteos se elevaram em 46% de dezembro/19 a janeiro/2020, somando 2,9 mil toneladas. Em janeiro, as negociações dos produtos lácteos registraram preços mais elevados, devido à menor disponibilidade de leite no mercado externo e à influência do Coronavírus nas compras internacionais chinesas, visto que a China é o principal país importador. Os dados são do leilão GDT (Global Dairy Trade).

As importações também registraram aumento no período, de 6,2% no volume final, totalizando 10,9 mil toneladas. Esse cenário se deve à maior demanda por queijos, que se elevou em 62% frente a dezembro/19, adquirindo 2,7 mil toneladas. As compras tiveram valor médio de US$ 7,69/ kg em janeiro, 21,9% acima do registrado no mês anterior.

Entre janeiro/19 e janeiro/20, as importações de lácteos se reduziram 20,7%, devido à queda na procura pelo leite em pó, de 37%. Os principais exportadores, Argentina e Uruguai, diminuíram suas vendas em 28% e 66%, respectivamente. Já as exportações brasileiras, por outro lado, se elevaram em 68%, impulsionadas pelo aumento das negociações de leite em pó e creme de leite.

Balança Comercial – Em valores, a balança comercial aumentou 13,7% de dezembro para janeiro, apresentando um déficit de US$ 30 milhões. Em volume, houve recuo de 3,6% no déficit, somando 8 mil toneladas. Vale ressaltar que esse cenário é reflexo das negociações que atingiram patamares de preços mais elevados em relação a dezembro.

Por Juliana Cristina dos Santos (Cepea)

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Notícias relacionadas:

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Cadastre-se e receba nossas notícias

Todos os dias no seu e-mail melhor conteúdo do agronegócio.