Menu
Menu

FAO: Peste suína reduzirá em 20% os estoques na China

Redução na produção de suínos da China deve se traduzir em menor demanda por grãos

A rápida disseminação da febre suína africana (FSA) poderá reduzir os estoques de suínos na China em até 20%, estimou a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), em seu relatório mais recente.

Diante de tal cenário, as importações chinesas de carne de porco podem crescer em até 26% este ano, prevê o mesmo relatório, que também estima um aumento de demanda por outras carnes, sobretudo a bovina e de frango.

+OIE confirma foco de peste suína em Hong Kong
+Efeitos da peste suína na China começam a ser sentidos no Brasil
+Com demanda chinesa, “aumento de preços é natural”, afirma ABPA

Por outro lado, a redução na produção de suínos na China deve se traduzir em menor demanda por grãos, em particular a soja, alerta a FAO. A China importa cerca de dois terços de toda a soja comercializada internacionalmente, e metade disso é destinada para seu rebanho doméstico de suínos.

Alta nos preços

Ainda de acordo com o relatório da FAO, apesar dos esforços para conter o vírus da peste suína africana – que também se alastra pelo rebanho do Vietnã, um importante produtor de carne suína, entre outros países vizinhos –, as tendências apontam para prováveis aumentos nos preços internacionais da carne de porco e reduções nas cotações dos alimentos.

“Essa rara combinação de eventos favorecerá o setor agrícola na Europa, que se beneficiará dos preços mais baixos dos grãos, bem como os produtores de suínos nos Estados Unidos, país capaz de atender prontamente o aumento da demanda por sua carne de porco”, destaca o relatório.

Ao mesmo tempo, continua a FAO, a crise da ASF vai favorecer os grandes produtores de frango, particularmente os principais países exportadores da commodity, como o Brasil.

“É importante ressaltar, porém, que a produção de aves na China deverá crescer 7% este ano, refletindo os impactos da ASF e também a contenção bem-sucedida de outra doença animal de rápida disseminação, a Influenza Aviária”, diz o relatório.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

[banner-link-364-x-134-home-geral1]

[banner-link-364-x-134-home-geral2]

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho