FCStone eleva previsão de exportação de milho do Brasil em 2018/19

Revisão acompanha as más condições de desenvolvimento da safra 2019/20 nos EUA

A consultoria FCStone revisou para cima a sua previsão para a exportação brasileira de milho na safra 2018/19. De acordo com a instituição, o Brasil deve enviar 35 milhões de toneladas do grão para o mercado internacional ante 33 milhões de toneladas apontadas no mês passado.

Segundo a empresa, a revisão reflete os problemas climáticos enfrentados pelos produtores do EUA, onde o plantio da safra 2o19/20 está atrasada e em más condições de desenvolvimento. Para o consumo doméstico, a previsão da FCStone passou de 62 milhões de toneladas para 62,5 milhões de toneladas.

Continue a leitura após o anúncio

Colheita

A consultoria destaca ainda o rápido avanço da colheita do milho safrinha no país, cujo ritmo “supera as expectativas”. Com isso, a previsão de produção do grão nesta segunda safra passou para 71,7 milhões de toneladas, com um volume total a ser colhido em 2018/19 de 99,7 milhões de toneladas.

“Como a estimativa de produção foi ajustada para cima, as perspectivas continuam apontando para estoques bastante folgados, em 17,42 milhões de toneladas”, explica a analista de Inteligência de Mercado da INTL FCStone, Ana Luiza Lodi.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO