Febre aftosa: Região Sul alinha procedimentos em reunião do CCGE

Os representantes do Serviço Veterinário Oficial dos estados também apresentaram os resultados de atividades de vigilância ativa em cada unidade

Integrantes da Comissão de Coordenação dos Grupos de Estados (CCGE) dos três estados do Sul debateram em reunião nesta sexta-feira (24) o avanço dos trabalhos relacionados ao Programa Nacional de Prevenção para a Febre Aftosa (PNEFA).

Entre os temas, a integração de dados e Guias de Trânsito Animal, através do PGA – Plataforma de Gestão Agropecuária, do Ministério da Agricultura.

O objetivo é que o sistema esteja em funcionamento em projeto piloto a partir de julho. A ideia é que haja a troca de informações em tempo real entre os estados sobre o trânsito de animais de propriedades cadastradas no sistema de cada estado do Sul.

O grupo deverá enviar um documento ao Mapa comunicando que os estados estão prestes a concluir as adequações para a integração de dados, e pedindo providências ao Mapa para concretizar a integração.

Os representantes do Serviço Veterinário Oficial dos estados também apresentaram os resultados de atividades de vigilância ativa em cada unidade.

VEJA TAMBÉM | Secretaria orienta pecuaristas gaúchos sobre normas para ingresso de gado em Santa Catarina

Todos têm realizado fiscalizações em percentuais definidos de propriedades. No Rio Grande do Sul o número de visitas é definido através da análise de risco. Logo, regiões em que existem propriedades com mais contatos recebem maior número de propriedades para serem fiscalizadas.

A avaliação da qualidade e da quantidade das notificações de suspeitas e a situação da biosseguridade em propriedades de bovinos foram outros assuntos discutidos. A próxima reunião será realizada no final de agosto.

Fonte: Ascom Fundesa-RS

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.