Fertilizantes: China pode ser determinante

Segundo INTL FCStone, produção do país ainda gera dúvida e pode dar suporte às cotações internacionais

A produção chinesa de fertilizantes ainda gera dúvida e pode dar suporte às cotações internacionais, afirma a INTL FCStone em relatório. Segundo a consultoria, os preços iniciaram uma tendência de alta nas últimas semanas do terceiro trimestre mas, com a queda sazonal da demanda no quarto trimestre, é possível que um teto tenha sido atingido.

Sobre os nitrogenados, a FCStone afirma que Europa e Estados Unidos se encontram bem supridos. A Índia, por outro lado, deverá ser a protagonista do mercado nos próximos três meses, realizando mais concorrências para importação de ureia. O Brasil também pode ter um papel chave na demanda, especialmente no fim do trimestre, com compras para a safrinha de milho, diz a consultoria.

Para os fosfatados, a perspectiva é de escassez. Parte disso está relacionado com os danos causados à produção da Flórida pelo furacão Irma, estimado em 400 mil t pela Mosaic. "Contudo, o principal fator, novamente, é a baixa oferta chinesa, onde um consórcio de produtores tem regulado a quantidade disponibilizada para exportação", explica, em relatório da INTL FCStone.

Já para o mercado de potássio, a FCStone afirma que a demanda do Brasil e dos EUA impulsionam os preços. "Este último importou, nos sete primeiros meses do ano, um volume recorde de 7,39 mi t, para suprir a demanda de sua safra recorde de soja e milho", diz analista de mercado da FCStone, Fábio Rezende.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.