Fertilizantes elevam custo de produção no RS

No Estado, cotações dos adubos aumentaram 7% em maio em relação ao mês anterior
Foto: Metso

Os custos de produção no Rio Grande do Sul subiram 2,19% em maio, puxados pelos fertilizantes, cujos preços aumentaram 7% ante abril, segundo a Federação da Agricultura do Estado (Farsul). Os dados são do Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP), divulgado pelo Sistema Farsul nesta quinta-feira. “A taxa de câmbio também afetou o IICP acumulado em 12 meses, que registrou inflação de 4,49%. Entre as lavouras acompanhadas, todas apresentaram alta, com a de trigo atingindo 7%”, diz a entidade em nota.

Os preços recebidos pelos produtores também subiram. Em maio, o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) registrou alta de 3,42%. O resultado teve influência do trigo (17%), frango (8%) e arroz irrigado (5%). No acumulado de 12 meses, o avanço é de 22,16%. “Na comparação com outros índices é percebido um movimento semelhante entre o IICP e o IPCA, que atingiu 2,86% no acumulado. Já na relação entre IIPR e IPCA Alimentos, novamente há um descolamento, com o segundo apresentando queda de -1,46%.”

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.