Fitch: Brasil é o maior vencedor na disputa entre EUA e China

Agência avalia que a peste suína africana deve reduzir a produção de carne suína na China em 30% neste ano

O Brasil é o maior vencedor da disputa comercial entre Estados Unidos e China no setor agrícola, em virtude da maior demanda chinesa por soja e carne do país, considera a Fitch Solutions, em nota divulgada para clientes. A consultoria observa que, a longo prazo, mesmo que EUA e China fechem um acordo comercial, é improvável que os importadores chineses mudem completamente de fornecedor.

A Fitch aponta que a peste suína africana (ASF, na sigla em inglês) deve reduzir a produção de carne suína na China em 30% neste ano, levando a um aumento significativo nas importações chinesas de todas as proteínas animais. Com o acirramento do conflito comercial desde julho do ano passado, importadores chineses têm buscado reduzir as compras de produtos agrícolas norte-americanos.

Continue a leitura após o anúncio

“Outros vencedores em potencial incluem produtores da União Europeia, produtores de carne bovina da Austrália, Nova Zelândia e Uruguai, além de produtores de aves na Argentina”, afirma a Fitch.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO