Frigorífico faz escala curta e mantém ordem de compra

Enquanto isso, preço da arroba do boi gordo vai subindo mais um pouco em várias praças pecuárias

Nesta quarta-feira, os preços do boi gordo seguiram firmes na maior parte das regiões pecuárias, com valorizações pontuais em algumas praças, como em São Paulo, onde o seu valor máximo a prazo saltou de R$ 242/@, na terça-feira, para R$ 244/@, hoje, segundo dados da IHS Markit.

Animais na engorda, em fazenda de Mato Grosso do Sul. Foto: DBO

No Mato Grosso, também houve ajustes positivos em algumas praças, puxados pela atuação mais firme das indústrias exportadoras. Em Rondônia, diante da baixa disponibilidade de gado, os preços novamente subiram nesta quarta-feira. No Pará, em meio a escalas de abate apertadas, em média, formadas para atender quatro dias, os compradores elevaram os valores oferecidos na tentativa de conseguir bons lotes de boiadas.

“Na maior parte do Brasil, a forte pressão altista, que se estende desde meados de julho, tem suporte principalmente na enxuta oferta de gado terminado, condição que mantem as escalas de abate bastante apertadas”, relata a IHS Markit.

Do lado comprador, os frigoríficos conseguem pagar os valores mais elevados pela arroba a partir do no ótimo desempenho das exportações de carne bovina, além da retomada da demanda doméstica observada neste início de setembro. No mercado internacional, depois de resultados recordes em julho e agosto, o ritmo dos embarques nos primeiros quatro dias uteis de setembro continuou aquecidos, apontando para possíveis novos recordes para o mês.

Em resultado preliminar divulgado pela Secretaria de Comércio Exterior, as exportações de carne bovina in natura registraram média diária de 8,22 mil toneladas, crescimento de 25% com relação ao mesmo período no ano passado.

Confira as cotações desta quarta-feira, 9 de setembro, segundo dados da IHS Markit:

SP-Noroeste:

boi a R$ 244/@ (prazo)

vaca a R$ 232/@ (prazo)

MS-Dourados:

boi a R$ 240/@ (à vista)

vaca a R$ 225/@ (à vista)

MS-C. Grande:

boi a R$ 241/@ (prazo)

vaca a R$ 225/@  (prazo)

MS-Três Lagoas:

boi a R$ [email protected] (prazo)

vaca a R$ [email protected] (prazo)

MT-Cáceres:

boi a R$ 220/@ (prazo)

vaca a R$ [email protected] (prazo)

MT-Tangará:

boi a R$ 224/@ (prazo)

vaca a R$ 210/@ (prazo)

MT-B. Garças:

boi a R$ 225/@ (prazo)

vaca a R$ 216/@ (prazo)

MT-Cuiabá:

boi a R$ 221/@ (à vista)

vaca a R$ 210/@ (à vista)

MT-Colíder:

boi a R$ 215/@ (à vista)

vaca a R$ 204/@ (à vista)

GO-Goiânia:

boi a R$ 239/@ (prazo)

vaca R$ 225/@  (prazo)

GO-Sul:

boi a R$ 235/@ (prazo)

vaca a R$ 224/@ (prazo)

PR-Maringá:

boi a R$ 236/@ (à vista)

vaca a R$ 225/@  (à vista)

MG-Triângulo:

boi a R$ 239/@ (prazo)

vaca a R$ 226/@ (prazo)

MG-B.H.:

boi a R$ 240/@ (prazo)

vaca a R$ 227/@ (prazo)

BA-F. Santana:

boi a R$ 252/@ (à vista)

vaca a R$ 242/@ (à vista)

RS-P.Alegre:

boi a R$ 209/@ (à vista)

vaca a R$ 201/@ (à vista)

RS-Fronteira:

boi a R$ 209/@ (à vista)

vaca a R$ 201/@ (à vista)

PA-Marabá:

boi a R$ 241/@ (prazo)

vaca a R$ 236/@ (prazo)

PA-Redenção:

boi a R$ [email protected] (prazo)

vaca a R$ 230/@ (prazo)

PA-Paragominas:

boi a R$ 238/@ (prazo)

vaca a R$ 236/@ (prazo)

TO-Araguaína:

boi a R$ 237/@ (prazo)

vaca a R$ 225/@ (prazo)

TO-Gurupi:

boi a R$ 237/@ (à vista)

vaca a R$ 225/@ (à vista)

RO-Cacoal:

boi a R$ 225/@ (à vista)

vaca a R$ 219/@ (à vista)

RJ-Campos:

boi a R$ 235/@ (prazo)

vaca a R$ 222/@ (prazo)

MA-Açailândia:

boi a R$ 239/@ (à vista)

vaca a R$ 215/@ (à vista)

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

As apostas são altas para o futuro da produção de carne no Brasil. Veja o que dizem as lideranças ouvidas para o Especial Perspectivas 2021 do Anuário DBO. Assista:

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.