GAP Genética aquece a temporada de remates gaúchos

Tradicional evento da primavera ofertou Angus, Brangus, Hereford, Braford e equinos da raça Crioula
Foto: Eduardo Linhares da Silva e Felipe Mortara

A Estância São Pedro, localizada no município de Uruguaiana, RS, sediou em 22 de setembro o  tradicional leilão da GAP Genética com a oferta de equinos da raça Crioula e exemplares avaliados das raças Angus, Brangus, Hereford e Braford, produtos de um trabalho de seleção e melhoramento genético com 113 anos de história.

Com casa cheia e 100% de liquidez, o dia de negociações no Rio Grande do Sul – que se tornou um balizador de preços para a temporada de primavera no estado – registrou faturamento de R$ 5,5 milhões com a venda de 635 animais para investidores dos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, entre outros.

Continue a leitura após o anúncio

Entre os equinos Crioulos, a média geral foi de R$ 21 mil. O destaque foi a compra da égua Siciliana de São Pedro por R$ 205 mil, tornando-se o lote o mais valorizado do pregão.

Nos bovinos, os machos e fêmeas da raça Brangus encabeçaram as vendas da tarde (280 animais), gerando receita de R$ 2,6 milhões. Saíram 104 novilhas e matrizes prenhes e paridas à média de R$ 4.951 e 176 touros melhoradores por R$ 12.140, em média.

O Angus teve a segunda maior oferta do pregão com 115 animais vendidos por R$ 850.880, com média de R$ 9.248 para 80 reprodutores e de R$ 3.172 para 35 fêmeas. O destaque foi o touro GAP Pancho, comercializado por R$ 48.000.

No Braford, os investidores arremataram 54 machos à média de R$ 8.554 e 88 fêmeas por R$ 3.278, em média. Também foram negociados 21 machos Hereford a R$ 8.891 e 26 fêmeas a R$ 2.855.

Todos saíram com avaliações dos programas de melhoramento genético Natura, Promebo e Conexão Delta G. Com propriedades em Uruguaiana, Rancharia (SP), Ponta Porã (MS) e Jaciara (MT), a GAP Genética é considerada uma das maiores vendedoras de reprodutores das raças taurinas do país.

A captação de lances foi coordenada pelos leiloeiros Marcelo Silva e Gonçalo Silva, com pagamentos fixados em 16 parcelas para os bovinos e 50 para equinos. A organização do evento foi da Trajano Silva Remates e a transmissão pelo Canal Rural.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO