[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

GMDG: o índice que explica boa parte do lucro da fazenda

Antônio Chacker, zootecnista e coordenador do Instituto de Métricas Agropecuárias (Inttegra), aponta Ganho Médio Diário Global como o índice que explica grande parte do lucro da produção pecuária

GMDG deve ser calculado também para o gado de cria

Por Antônio Chacker

Após mais de 20 anos medindo resultados de fazendas e analisando os mais de 100 indicadores de desempenho disponíveis, se me pedissem para escolher apenas um – aquele que, sozinho, pudesse explicar grande parte do lucro da produção pecuária de corte –, eu escolheria o ganho médio diário global (GMDG).

Diferentemente do GMD tradicional (velho conhecido dos técnicos e pecuaristas), que é obtido por meio da pesagem dos animais em determinado intervalo de tempo (peso final, menos peso inicial, dividido pelo tempo entre as pesagens), o GMDG é aferido por meio da movimentação de todo o rebanho, ou seja, ele representa o ganho de todos as animais dentro da fazenda, seja ela de cria, ciclo completo ou recria/engorda.

Você pode estar se perguntado: “Por que é importante calcular o GMDG em uma fazenda de cria, já que a vaca adulta não ganha peso?” A resposta é simples e direta. A vaca não ganha peso, mas o bezerro sim. Quanto maior o ganho do conjunto vaca/bezerro, maior a tendência de lucro da fazenda. Ou seja, quanto mais bezerros desmamados e maior o peso ao desmame, maior o GMDG do conjunto vaca/bezerro. Já no sistema de recria/engorda, o GMDG determina o tempo de permanência dos animais na “fábrica-fazenda”.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Veja também: