Guzerá: oferta enxuta reduz fatura em 32%

Avessos ao risco de 2017, criadores optaram por vender animais diretamente nas fazendas.

Por Carolina Rodrigues

Assim como as demais raças zebuínas comercializadas em 2017, a Guzerá fechou o ano com desempenho inferior ao registrado em 2016. Só que num gradiente maior: a oferta encolheu 26% (724 lotes ante 983 de 2016), puxando a receita para baixo em 32% (R$ 5,5 milhões, ante R$ 8,1 milhões no ano anterior), já que a média de preços também ficou menor (R$ 7.708 por animal
ante R$ 8.305 de 2016).

Para Adriano Varela, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Guzerá (ABCG), os criadores “enxugaram” a oferta e optaram por vender animais nas fazendas para fugir do risco de promoverem leilões e ficarem com a pesada conta na mão. Segundo ele, duas situações se desenharam ao longo do ano: a primeira, um mercado de elite retraído; a segunda, um mercado de produção mais ativo, mas a preços mais baixos.

Na categoria de tourinhos “comerciais”, as vendas ficaram em R$ 3,2 milhões por 412 lotes, média de R$ 7.967 por animal, valor 4% menor em relação a 2016. O mesmo se observou no mercado de fêmeas, cotadas a R$ 7.367, ante R$ 8.386 na temporada anterior. Os preços máximos vieram na mesma toada e ficaram abaixo de R$ 50.000 nos 16 remates organizados, quando, em 2016, alguns animais chegaram a ultrapassar a marca de R$ 100.000, sinal de um mercado bem mais aquecido para a elite.

Varela atribui tal cenário à falta de perspectivas do grande investidor, que geralmente tem como foco a compra de matrizes selecionadas e doadoras de plantéis. “Este público é tradicionalmente composto por empresários que, em épocas de recessão econômica ou de qualquer problema na atividade, voltam os olhos para o seu próprio negócio e deixam a pecuária para segundo plano.”

Nas duas últimas temporadas foram vendidas cerca de 300 fêmeas, um número bem menor do que a média de 1.000 matrizes comercializadas entre 2000 e 2010. O mercado de fêmeas patinou nos
leilões: as ofertas variaram de 20 a 40 lotes por evento, com registro máximo de 46 animais vendidos no 33º Guzerá Perfeita União, evento que também registrou a maior venda de touros do ano (74 machos). A grife Guzerá IT, dos irmãos Tarcisius e Vinicius Tonetto, negociou 120 lotes por quase R$ 1,1 milhão, configurando a maior oferta da raça para 2017.

Segundo Varela, rebanhos consolidados conseguiram boa colocação no mercado, premissa válida até para os eventos que comercializaram produtos de elite. No 23º Leilão Guzerá Curvelo, por exemplo, de onde saem categorias mais valorizadas (doadoras e embriões), o desempenho ficou acima da média. Entre cotas de participação e animais inteiros foram vendidas 23,5 bezerras, novilhas e vacas ao preço médio de R$ 19.130. A protagonista foi Galera S, ofertada em 50% por R$ 48.000.

O leilão é promovido pela Guzerá Marca S, que, além de 74 anos de um rigoroso acompanhamento zootécnico, investe no melhoramento genético do plantel vendendo animais muito bem ranqueados no PMGZ (Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos), da ABCZ. Os machos, 22,5 lotes, alcançaram média R$ 12.856. Na troca por boi gordo o valor ficou equivalente a 96,6 @ para pagamento à vista em Belo Horizonte (R$ 130/@), uma ótima relação.

Fonte: Anuário DBO

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Notícias relacionadas:

[banner-link-364-x-134-home-geral1]

[banner-link-364-x-134-home-geral2]

[banner-link-364-x-134-home-geral3]

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

BLACK FRIDAY DBO

Plano anual

-25% OFF

Conteúdo de qualidade para quem vive de pecuária.