ILP e a Informática – bom para todos os envolvidos

Informática começa a entender os sistemas integrados de produção, como a ILPF
Lavoura e confinamento

Por Manfred Schmid

Tradicionalmente os produtores rurais eram divididos em agricultores e pecuaristas. Era como dois fluídos– que não se misturavam. Cada grupo tinha sua cultura, sua associação, sua feira, seus parceiros comerciais, sua revista, seus deputados, sua cooperativa. Apesar de as atividades agrícolas e pecuárias concorrerem pelos talhões produtivos das propriedades, não era comum ver produtores com dupla aptidão.

Nos últimos anos, pesquisas desenvolveram os sistemas integrados de produção, comprovando grande ganho financeiro num casamento racional da lavoura com a pecuária. Para o pecuarista, a integração significa garantir alimentação melhor e mais barata para seu rebanho. Para o agricultor significa agregar valor para o cereal produzido, vendendo-o no formato de arrobas de animais. Sem falar do aproveitamento cíclico, quando sobras e resíduos de uma atividade são insumos para a outra.

Uma das soluções preferidas para praticar as duas atividades em uma propriedade é o confinamento, quando se usa a produção agrícola também para alimentar os animais, confinados em um talhão especialmente equipado. Hoje, vemos, de um lado, agricultores tradicionais instalando piquetes de confinamento em suas propriedades agrícolas, e, de outro lado, pecuaristas tradicionais transformando suas propriedades para produzir cereais, confinando o gado em pequena área.

Além da grande barreira cultural, a inércia para dar este passo está na dificuldade em dominar a tecnologia dos dois setores. Para um agricultor tradicional, dá frio na barriga pensar em montar o confinamento, comprar animais, contratar mão de obra apropriada, planejar a alimentação fabricando e misturando ração, fornecer corretamente nos cochos, manejar os animais com rastreabilidade e vendê-los na hora certa. Para isso, há 2 remédios certeiros: contratar boa consultoria zootécnica e utilizar soluções de informática apropriadas.

O fator que impulsiona o sucesso dos sistemas integrados é a otimização dos recursos, principalmente espaço, tempo e dinheiro. E para bem otimizar, tem-se que mensurar, e aí entra digitalização e informática.

Em nossa empresa, temos sido demandados para evoluirmos nossas soluções de agroinformática, hoje voltadas mais para a agricultura, também para o lado da pecuária intensiva. Com este propósito, fizemos um levantamento de soluções de “pecuarinformática” hoje já disponíveis. Muito nos surpreendeu o nível de tecnologia destas, que vão muito além do que um simples software. Por exemplo, a solução da GA ILP e a Informática A informática começa a entender os sistemas integrados de produção, como a ILPF, e isso é bom para todos os envolvidos. – Gestão Agropecuária, utiliza várias técnicas: faz o planejamento nutricional dos animais; calcula e controla automação para balanceamento da ração; automatiza o fornecimento de alimentos, através da robotização dos caminhões com monitores de bordo e sensores, que leem RFIDs nos cochos; analisa a eficiência de cada funcionário; rastreia toda informação de cada unidade, que analisada contra um BigData com dados de vários outros produtores, determina o melhor ponto de abate dos animais para cada condição, maximizando o lucro. Gostamos tanto do que vimos que vamos integrá-las, na nuvem, com nosso software. A solução resultante certamente trará o suporte necessário para que bons agricultores tenham maior tranquilidade para integrar suas lavouras com a atividade pecuária.

Se antigamente imprevistos eram justificados com a expressão “tem boi na linha”, hoje novos investimentos podem se realizar porque “tem boi na nuvem”. É a agroinformática atenta ao momento, ajudando a integrar as atividades econômicas do agronegócio.

*Matéria originalmente publicada na edição 104 da revista Agro DBO.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Notícias relacionadas:

[banner-link-364-x-134-home-geral1]

[banner-link-364-x-134-home-geral2]

[banner-link-364-x-134-home-geral3]

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: