Imea alerta para mudança da embaixada brasileira em Israel

Decisão pode afetar exportações de carne de Mato Grosso para países do Oriente Médio
Foto: Abiec

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária – Imea, pediu a atenção da cadeia pecuária do Estado para os desdobramentos da polêmica sobre uma possível mudança da embaixada brasileira em Israel. Segundo o instituto, o comércio entre o Brasil e os países do Oriente Médio existe há décadas e, com a consolidação do Brasil como um grande exportador de commodities, essas negociações se intensificaram nos últimos anos. “Diante disso, os envios de proteína bovina mato-grossense a esses países vem registrando consecutivos aumentos, chegando a um montante de US$ 296,36 milhões no acumulado de 2018, valor que representa 33,21% das exportações do Estado”.

O Imea ressalta que a eventual transferência da embaixada de Tel Aviv para Jerusalém aparenta não ser vista com “bons olhos” por países como Egito e Irã, que, juntos, respondem por 25,46% das exportações de carne bovina mato-grossense. “Dado o exposto”, conclui o Imea, “ainda que a medida não tenha sido tomada, cabe a atenção de toda a cadeia pecuária sobre qual será a definição diplomática deste fato”.

 

Fonte: Imea

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on pocket
Pocket

Posts Relacionados:

Menu

GALERIA DE FOTOS DO INSTAGRAM

Acompanhe e compartilhe:

Fechar Menu
×
×

Carrinho