Imea reduz previsão de produção de milho safrinha em Mato Grosso

Instituto também diminuiu a projeção de área plantada - de 5,691 milhões de hectares para 5,687 milhões de hectares
Foto: Bayer/Divulgação

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) reduziu a previsão de produção de milho em segunda safra na temporada 2020/21 em Mato Grosso, de 36,294 milhões para 36,267 milhões de toneladas. O instituto diminuiu a projeção de área plantada, de 5,691 milhões de hectares para 5,687 milhões de hectares, enquanto a projeção de produtividade subiu de 106,28 para 106,29 sacas por hectare.

Em boletim, o Imea destaca que o atraso na semeadura da soja no ano passado e na colheita deste ano está influenciando a implantação do milho. “Além disso, os altos volumes de chuva neste momento prejudicam os trabalhos a campo, retardando ainda mais a semeadura do cereal”, disse o instituto.

Segundo o Imea, esses fatores podem afetar a decisão do produtor de ampliar a área cultivada, “já que grande parte do milho ficará fora da janela ‘ideal’”, mas de forma limitada. “Os preços atrativos do milho, os insumos já adquiridos antecipadamente e as consultas a campo indicam poucas mudanças em relação às intenções de cultivo”, apontou.

Ainda de acordo com o boletim, o Imea ajustou para cima a previsão de área da região nordeste (+0,13%) e reduziu a da região centro-sul (-0,31%) em relação ao último relatório. Isso se deve, conforme o boletim, ao adiantamento da semeadura no nordeste, onde 68,54% da área já foi plantada, enquanto a região centro-sul segue como a mais atrasada nos trabalhos a campo, com 29,85% do plantio concluído.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.