Importação chinesa de milho cresce 1.151% em outubro e a de soja avança 40,6%

Dados sobre a movimentação do país asiático em outubro foram divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento de Alfândegas da China
Trabalhador movimenta estoques de milho em Linfen, na China. Foto: Reuters

As importações chinesas de soja totalizaram 8,69 milhões de toneladas em outubro deste ano, aumento de 40,6% ante igual período do ano passado, de acordo com dados divulgados pelo Departamento de Alfândegas da China (GAAC, na sigla em inglês) nesta quarta-feira (25/11).

Nos dez meses do ano, o país asiático importou 83,22 milhões de toneladas da oleaginosa. Dentre os derivados da soja, a China adquiriu 70 mil toneladas de óleo de soja em outubro deste ano, variação negativa de 28,6% em relação ao volume registrado um ano antes. De janeiro a outubro deste ano, a importação da commodity totalizou 850 mil toneladas.

As importações chinesas de milho alcançaram 1,14 milhão de toneladas em outubro, volume 1.151,1% superior ao registrado em outubro de 2019. No acumulado do ano, o país importou 7,82 milhões de toneladas do cereal.

De trigo, os chineses importaram 630 mil toneladas no mês passado, alta de 126,9% na comparação anual. Nos dez meses do ano, as importações do cereal pelo país asiático totalizaram 6,69 milhões de toneladas.

A China importou 210 mil toneladas de algodão no mês passado, incremento de 182,9% ante igual intervalo de 2019. A importação da fibra natural totalizou 1,61 milhão de toneladas entre janeiro e outubro deste ano.

As compras chinesas de óleo de palma atingiram 530 mil toneladas em outubro, volume 6,4% menor que o importado um ano antes. Nos dez meses do ano, a importação da commodity atingiu 3,57 milhões de toneladas.

De lácteos, 270 mil toneladas foram importadas pela China em outubro, 25,9% a mais do que em igual período do ano anterior. Entre janeiro e outubro, o país comprou 2,75 milhões de toneladas de produtos lácteos do mercado externo.

As importações chinesas de açúcar somaram 880 mil toneladas em outubro, alta de 94,31% ante igual mês do ano anterior. No acumulado do ano, as importações do adoçante alcançaram 3,65 milhões de toneladas.

Já as compras de fertilizantes foram de 810 mil de toneladas, aumento de 43,4% ante outubro do ano passado. De janeiro a outubro, a China importou 8,97 milhões de toneladas de adubos.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.