Aquisição externa de lácteos inicia 2019 em alta

Após queda no acumulado do ano passado, importação de produtos a base de leite cresceu 30,7% em janeiro.
Foto: www.yourhealth.net.au.

No acumulado de 2018, a importação de lácteos caiu 9,9% em volume e 14,1% em gastos em relação a 2017, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

No entanto, isso ocorreu por conta de um primeiro semestre fraco em termos de volume importado, considerando que na segunda metade do ano o país importou 27,8% mais em volume que igual período de 2017 e aumentou em 21,7% as despesas.

Os maiores fornecedores em valor, foram a Argentina e o Uruguai, com 55,2% e 29,2%, respectivamente. Ou seja, 84,5% do total adquirido em 2018 veio dos nossos vizinhos.

O principal produto comprado foi o leite em pó. O Brasil adquiriu, 96.700 toneladas, movimentando US$271,4 milhões.

No parcial de janeiro de 2019, até a quarta semana, a média diária foi de US$1,93 milhão em gastos com as importações de lácteos, aumento de 11,9% em relação a dezembro último e 30,7% mais em relação a igual período do ano passado.

Fonte: Scot Consultoria

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on pocket
Pocket

Posts Relacionados:

Menu

GALERIA DE FOTOS DO INSTAGRAM

Acompanhe e compartilhe:

Fechar Menu
×
×

Carrinho