Índice de vacinação contra a febre aftosa supera meta em Minas Gerais

Campanha mineira contou com a participação de mais de 350 mil produtores rurais que imunizaram cerca de 23 milhões de animais

O Estado de Minas Gerais registrou nesta segunda-feira, 13 de julho, o índice de 96,7% de bovinos e bubalinos vacinados contra a febre aftosa, superando a meta inicial de 95%. A campanha, que teve início em 1º de maio e se estendeu até 30 de junho em razão do enfrentamento da Covid-19, contou com a participação de mais de 350 mil produtores rurais que imunizaram cerca de 23 milhões de animais nos rebanhos mineiros.

As últimas declarações enviadas pelos pecuaristas para o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) até a sexta-feira (10), prazo final do procedimento, passam por processo de análise.

Continue a leitura após o anúncio

Apesar da pandemia, o alto índice alcançado confirma o cuidado do produtor rural com a sanidade do seu rebanho, além do desempenho de servidores cuja técnica e o desenvolvimento de infraestrutura digital permitiram o envio pelo pecuarista das declarações por meio online.

O pecuarista que ainda não conseguiu comprovar a vacinação poderá enviá-la a partir de agora exclusivamente por e-mail do escritório do IMA de sua região, mas estará passível de penalização. O produtor que não vacinou seu rebanho estará sujeito à multa de R$ 92,79 por animal. E aquele que vacinou os animais, mas perdeu o prazo da declaração que foi até a última sexta-feira, 10 de julho, poderá ser penalizado com R$ 18,56 por cabeça.

O IMA, autarquia gestora da vacinação, monitorou diariamente a campanha em todo o estado. Entre os destaques dos novos procedimentos digitais que serviram de suporte para a gestão está a prática da fiscalização remota, que foi regulamentada pela portaria nº 1977, de 4 de maio de 2020. Ela se dá principalmente pela análise de documentos e dados dos sistemas oficiais e sua confrontação com as normas sanitárias. As informações constam em www.ima.mg.gov.br.

De acordo com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), no período de janeiro a maio deste ano, a exportação de carne bovina em Minas representou 77% das vendas do setor de carnes. A receita alcançada foi de US$ 296,54 milhões, com 63 mil toneladas comercializadas. China, Hong Kong, Rússia e Arábia Saudita são os principais destinos da carne bovina mineira.

Fonte: Ascom IMA

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO