Indústria norte-americana registra forte recuperação nos abates de bovinos

Na semana que terminou em 27 de junho, o abate de bovinos nos EUA foi o segundo maior de 2020

A produção de carne bovina e suína dos EUA tem registrado forte recuperação, segundo informa o portal norte-americano Porkbusiness.com, com base em relatos do CEO da Federação de Exportação de Carne dos EUA (USMEF), Dan Halstrom.

A indústria de carne dos EUA sofreu revés significativo em abril e maio, depois que o vírus da Covid-19 se espalhou entre funcionários que atuam não chão das fábricas.

Continue a leitura após o anúncio

Segundo Halstrom, a produção se recuperou significativamente nas últimas semanas, o que, diz ele, ressalta a capacidade da indústria dos EUA de atender clientes nacionais e internacionais.

Na semana que terminou em 27 de junho, o abate de bovinos nos EUA foi o segundo maior de 2020, com 680.000 cabeças enviadas ao gancho, um aumento de 4% em relação à semana anterior e de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a USMEF. O peso do gado vivo ficou em média 1.369 libras, um aumento de 50 libras em relação ao ano passado.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO