Inflação dispara na China, puxada pela alta nos preços da carne suína

Dados do governo mostram que índice de preços ao consumidor chinês subiu 3% em setembro

Dados oficiais da China mostraram que a disparada no preço da carne suína já acelerou a inflação ao consumidor local para o ritmo mais alto em seis anos, informa a agência Reuters.

O índice de preços ao consumidor (IPC) da China subiu 3% em setembro em relação ao ano anterior, de acordo com dados do governo chinês. Trata-se do maior taxa de aumento desde outubro de 2013.

Continue a leitura após o anúncio

Os preços dos alimentos dispararam, impulsionados principalmente por um aumento acentuado nos valores da carne suína, depois que a peste suína africana se espalhou pelo imenso rebanho de suínos da China, reduzindo-o em 41%, acrescentou o governo.

“Toda semana é um novo recorde”, disse Jim Huang, executivo-chefe da consultoria China-America Commodity Data Analytics, à Reuters.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.