Leilão do Adir negocia touros à média de R$ 21.200

Criadores de todo o Brasil estiveram presentes no concorrido evento em Nova Crixás, GO


A Fazenda Barreiro Grande, em Nova Crixás, GO, foi o palco de um dos mais aguardados eventos comerciais na pecuária seletiva da raça Nelore em 2019: o “Leilão do Adir Goiás”.

Dezenas de criadores e convidados de todo o Brasil estiveram presentes no pregão goiano na tarde de 12 de outubro, que teve pista limpa e faturou R$ 1,1 milhão pela venda de 56 lotes com genética apurada e padrão racial para investidores dos estados do AC, GO, MG, MS, MT, PA, RO e SP .

Continue a leitura após o anúncio

Os pecuaristas Adir e Paulo Leonel, titulares do criatório com mais de 60 anos de seleção, ofertaram touros e matrizes PO e POI melhoradores e produtivos a pasto, alguns irmãos próprios de reprodutores líderes da fazenda em comercialização de sêmen.

Os 50 reprodutores negociados – prontos para coleta ou repasse em gado PO – foram os principais protagonistas do remate; todos saíram com índices de ultrassonografia de carcaça e qualidade de carne.

A média registrada pelos machos bateu em R$ 21.201 – valor equivalente a [email protected] de boi gordo para pagamento à vista em Goiânia (R$ 145/@), segundo a Scot Consultoria.

Também foram negociadas seis matrizes prenhes ou paridas pelo preço médio de R$ 17.569.

Os leiloeiros Lourenço Campo e Alexandre Moherdaui se alternaram no comando do martelo para as captações dos lances, que foram fixadas para pagamentos em 24 parcelas. A organização ficou a cargo da Central Leilões, com transmissão pelo Canal do Boi.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO