Leilão Fazendas Sant’Anna comemora 30 anos

Com casa cheia e pista limpa, Jovelino e Bento Mineiro recebem convidados e faturam R$ 1,6 milhão em Rancharia, SP

A expectativa de que o 30º Leilão Sant’Anna, de Jovelino e Bento Mineiro, seria um sucesso já se confirmava nos boletins de tempo, que garantiam que o domingo de 15 de setembro seria de muito sol e temperaturas na casa de 37º em Rancharia, SP. Quando o sol realmente “deu as caras”, por volta das 12 horas, aviões de potenciais compradores já pousavam na fazenda e o leilão comemorativo 30 anos da Fazenda Sant’Anna rendeu R$ 1,6 milhão, por 149 animais Nelore, Brahman e Gir. A média geral dos 147 touros ficou em R$ 11.021, enquanto a das duas fêmeas Girsey – as únicas matrizes à venda – bateu em R$ 9.900 puxados por investimentos da marca na produção de queijos artesanais, que foram negociados minutos antes da entrada dos animais em pista.

A bem valorizada bateria de brahman sinalizou o retorno da raça efetivamente ao ciclo de seleção da Sant’Anna, após alguns anos de ajustes necessários na raça. Com animais de altas DEPs para fertilidade, problema que fez Jovelino Mineiro a enxugar o plantel nos últimos anos, ela abriu as vendas com 12 touros pela média de 13.675, o maior preço da edição comemorativa. A média dos 129 touros Nelore foi de R$ 11.040, caindo para 5.300 nos seis touros da raça Gir Leiteiro. No ano passado, a média geral ficou em torno de fora de R$ 8.963 para os 153 reprodutores.

Significativo em volume, com 150 a 200 animais em pista, o leilão em Rancharia, SP, sempre funcionou com pólo de atração para a raça. No leilão de 30 anos não foi diferente. André Medeiros arrematou do próprio recinto 13 lotes individuais, com investimentos de quase R$ 210.000. Com rebanho de 1.200 matrizes Nelore na propriedade de 3.200 hectares em Figueirópolis d’Oeste, Mato Grosso, Medeiros adquire touros da Sant’Anna há sete anos. “Além das caracterização racial, são animais que deixam fêmeas precoces na fazenda e bezerros com ótimo desempenho à desmama”, justifica. Os touros serão utilizados no repasse de novilhas nesta estação de monta.

O conterrâneo Nori Jorge Polles, de Colniza, norte do Estado, também aproveitou a oportunidade para adquirir 18 touros Nelore, um dos dois “mega lotes” levados à venda por Jovelino Mineiro. O criador arrematou uma tourada jovem, com média dos dois anos e avaliados como DECA 1 pelo Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), da ABCZ, certificado genético de todos os animais ofertados pela Sant’Anna. A fazenda se dedica ao melhoramento genético há quase 40 anos, com controle zootécnico do rebanho na ABCZ desde o início dos trabalhos com o Nelore em meados de 1974.

O 30º Leilão Sant’Anna foi conduzido pelo leiloeiro Adriano Barbosa para a Central leilões, com transmissão do canal Terraviva. A oferta foi distribuída entre 44 compradores, parte deles da própria região presentes no recinto e parte por meio do canal. Os pagamentos foram fixados em 30 parcelas.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.