Leite: captação cresce 1,04% de janeiro a agosto em MS

Famasul ressalta que o crescimento significa "quase uma estabilidade"

A captação de leite inspecionado em Mato Grosso do Sul cresceu 1,04% de janeiro a agosto deste ano, informou, em nota, o Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), com base em dados do Ministério da Agricultura. Assim, o total captado no período alcançou 113,2 milhões de litros de leite.

A analista técnica do Sistema Famasul, Eliamar Oliveira, ressalta que este crescimento significa “quase uma estabilidade”, em função “do consumo reduzido e sem estímulo para a produção”. Além disso, de acordo com informações do Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite em Mato Grosso do Sul (Conseleite-MS), a média do preço pago por litro de janeiro a agosto caiu 1% em relação a igual período de 2018, para R$ 1,0361.

Continue a leitura após o anúncio
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO