Estoques reduzidos e menor produção elevam preço do UHT

Produto negociado no atacado do Estado de São Paulo subiu 0,24% entre as duas últimas semanas
Foto: Pixabay

O preço do leite UHT negociado no atacado do Estado de São Paulo subiu 0,24% entre as duas últimas semanas, fechando com média de R$ 2,4357/litro no período entre 11 e 15 de fevereiro.

Conforme colaboradores do Cepea, as altas estiveram atreladas aos estoques, que continuam controlados, e à redução da produção por parte de alguns laticínios.

Apesar da valorização, as negociações entre laticínios e atacado permaneceram baixas. Já o queijo muçarela se desvalorizou 0,83% na mesma comparação, fechando com média de R$ 17,2862/kg entre 11 e 15 de fevereiro. Quanto à liquidez no mercado deste derivado, permaneceu estável no período.

Scot Consultoria

No mercado atacadista, na média de todos os produtos lácteos pesquisados pela Scot Consultoria, a alta nos preços foi de 0,4% na primeira quinzena de fevereiro, frente a quinzena anterior.

No varejo, os produtos lácteos valorizaram, em média, 0,7% na primeira quinzena de fevereiro.

Para curto e médio prazos a expectativa é de preços mais firmes para o leite longa vida e lácteos de maneira geral, tanto no mercado atacadista como varejista, em decorrência da queda na produção de matéria-prima (leite cru) em importantes bacias leiterias do Centro Sul e Brasil Central.

A intensidade destas altas será modulada pela demanda.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

DNA de gestora

Quem observa a médica veterinária Carine Letícia Schneider Faifer (29 anos) em frente a uma das poucas escolinhas infantis de Chapadão do Céu (cidade goiana

Uma jovem pioneira

Aos 21 anos, Maria Vitória Faé Proença já é pecuarista famosa em Santa Catarina. Ela é dona da Fazenda Vitória, em Rio das Antas (207

Que modelo sucessório adotar?

Não são poucas as dúvidas das famílias rurais quando o assunto é sucessão. Além da delicadeza da questão, definir qual modelo adotar não é tarefa

Fechar Menu
×

Carrinho