Marfrig lança pacote de crédito para tentar vitaminar o setor de food service

Empresa prorrogará prazos de pagamento das faturas e ampliará limite de compras para os clientes do segmento

A Marfrig Global Foods, segunda maior produtora de carne bovina do mundo, atrás da JBS, lançou nesta terça-feira (7/7) o programa #TMJMarfrig, que tem como objetivo apoiar financeiramente cerca de 5 mil micros e pequenos empreendedores no Brasil ligados ao segmento de food service, formado por bares, restaurantes, lanchonetes, padarias e churrascarias.

O projeto busca elevar e facilitar a oferta de crédito para o setor, que foi duramente prejudicado pela pandemia de Covid-19. De acordo com a empresa, o montante destinado a essa ação é de R$ 50 milhões. O dinheiro será utilizado para ampliar o prazo de vencimento das faturas e aumentar, em até três vezes, o limite de crédito para compras de clientes parceiros.

Continue a leitura após o anúncio
Restaurantes em processo de abertura em São Paulo. Foto: Agência Brasil

Neste mês, o segmento de food service iniciou um processo de  retomada parcial das atividades em algumas das maiores cidades do País, como São Paulo e Rio de Janeiro. No caso de São Paulo, por exemplo, cidade com cerca de 30 mil bares e 20 mil restaurantes que permaneceram fechados por 104 dias, desde o início desta semana esses estabelecimentos podem permanecer abertos por até seis horas, respeitando o limite das 17h. O local também só poderá funcionar com 40% da capacidade, sendo permitidos seis clientes por mesa, no máximo.

Em comunicado sobre o programa de crédito, a Marfrig cita pesquisa recente realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) com 1.558 proprietários de estabelecimentos em todo o País. A pesquisa mostra que o sistema de delivery foi a única saída para 55% das empresas continuarem operando. Porém, 64% dos estabelecimentos registraram queda de receita superior a 75%. Do total de entrevistados, 62% estão com dificuldades para repor os estoques para a reabertura e 40% têm menos de um mês de visibilidade sobre o futuro do negócio.

“Os pequenos estabelecimentos estão sofrendo muito durante o período de pandemia e queremos ajudá-los a ter algum fôlego financeiro neste momento difícil de retomada”, disse, em nota, Marcelo Proença, diretor de food service da Marfrig.

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO