Revista DBO Junho: Martelo em xeque?

Criadores buscam maior eficiência comercial em novas modalidades de negociações e venda pela televisão

Venda de animais pela TV a preço fixo abre novas possibilidades para mercado de genética

Por Carolina Rodrigues

De janeiro a maio de 2020, os leilões virtuais (eventos transmitidos pela TV) venderam 20.045 bovinos de corte, segundo o banco de dados da DBO, incluindo touros, matrizes, bezerras e embriões. A adesão a esse modelo cresceu 97% nesses cinco meses do ano, em relação a igual período de 2019, confirmando uma tendência, seguida por várias atividades comerciais de buscar alternativas para driblar a atual crise econômica causada pela Covid-19.

O mercado de leilões tornou-se 100% virtual, com novas modalidades surgindo. Uma delas será adotada pela grife CV, de Carlos e Ricardo Viacava, que, pela primeira vez em décadas, fará 100% de suas vendas pela TV, porém, sem a tradicional presença do martelo (disputa de lances em leilão). Toda a safra 2018 será vendida, em setembro, por meio do projeto “De Olho na Fazenda”, lançado no final de 2018, pelo Canal do Boi. Os animais serão ofertados a preços fixos, com “aparições” na grade de programação da emissora em horários alternativos da semana, por um período de 7 a 10 dias. O objetivo do criador é ampliar a presença da marca CV na televisão e estruturar seu tão sonhado e-commerce.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Criadores buscam maior eficiência comercial em novas modalidades de negociações e venda pela televisão

Venda de animais pela TV a preço fixo abre novas possibilidades para mercado de genética

Por Carolina Rodrigues

De janeiro a maio de 2020, os leilões virtuais (eventos transmitidos pela TV) venderam 20.045 bovinos de corte, segundo o banco de dados da DBO, incluindo touros, matrizes, bezerras e embriões. A adesão a esse modelo cresceu 97% nesses cinco meses do ano, em relação a igual período de 2019, confirmando uma tendência, seguida por várias atividades comerciais de buscar alternativas para driblar a atual crise econômica causada pela Covid-19.

O mercado de leilões tornou-se 100% virtual, com novas modalidades surgindo. Uma delas será adotada pela grife CV, de Carlos e Ricardo Viacava, que, pela primeira vez em décadas, fará 100% de suas vendas pela TV, porém, sem a tradicional presença do martelo (disputa de lances em leilão). Toda a safra 2018 será vendida, em setembro, por meio do projeto “De Olho na Fazenda”, lançado no final de 2018, pelo Canal do Boi. Os animais serão ofertados a preços fixos, com “aparições” na grade de programação da emissora em horários alternativos da semana, por um período de 7 a 10 dias. O objetivo do criador é ampliar a presença da marca CV na televisão e estruturar seu tão sonhado e-commerce.

Continue a leitura após o anúncio

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.