Mercado do boi gordo começa a ceder

Oscilação do dólar e chegada de animais oriundos de confinamento pressionam cotações da arroba
Foto: Scot Consultoria

As cotações da arroba do boi gordo, que estavam firmes até o final do mês passado, aos poucos estão cedendo. No fechamento da última terça-feira, 9 de outubro, houve queda em dez praças pecuárias, cenário que não era observado há um bom tempo.

Pelo lado da demanda, no mercado interno o cenário de consumo calmo é o mesmo. Entretanto, o que ajuda a explicar esta pressão sobre as cotações é a oferta de gado e as exportações.

Continue a leitura após o anúncio

Mesmo com a menor atratividade do confinamento, os animais do segundo giro começam a ser comercializados e isso gera um incremento na disponibilidade de gado.

Além disso, as oscilações do dólar impactam diretamente as margens das indústrias que exportam. Vale lembrar que o dólar acumula queda de aproximadamente 7% desde o início do mês.

A carcaça de bovinos castrados fechou estável frente ao levantamento de ontem, 8, cotada em R$9,88/kg.

Fonte: Scot Consultoria

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO