Mercado reforça tendência de alta após habilitações

Consultoria prevê maior aquecimento da arroba a partir do mês que vem

Com a liberação de 25 novas plantas brasileiras de exportação para a China, o preço da arroba do boi gordo deve se manter firme nos próximos dias, seguindo tendência de alta, prevê a Agrifatto.

No entanto, é preciso considerar os trâmites burocráticos deste tipo de operação. Segundo a consultoria, será preciso aguardar no mínimo três semanas para que essas novas plantas comecem a enviar carne bovina ao mercado chinês, pois é necessária a liberação da documentação específica do SIF (etiquetas, caixas, etc.). Concluída essa etapa, normalmente ainda espera-se mais uma ou duas semanas para a efetivação dos embarques.

Continue a leitura após o anúncio

“Portanto, estima-se que os efeitos sobre os preços do boi gordo podem ser mais expressivos no próximo mês, quando os frigoríficos começarão a demandar mais animais para a etapa de produção”, ressalta a consultoria.

Preços futuros

Os contratos futuros do boi gordo respondem positivamente à notícia de habilitação de novas plantas brasileiras, informa a Agrifatto. Na B3, o contrato com entrega para outubro fechou a R$ 161,65/@ ontem, alta de 1,70 pontos ante o preço do dia anterior. O contrato com vencimento em novembro fechou a R$ 163,85/@, alta diária de de R$ 1,65/@.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Relacionado

Conteúdo original Revista DBO