Minerva Foods afirma que monitorou 9 mil fornecedores de gado em 2019

Em sua nona edição, o relatório de sustentabilidade da companhia mostra dados das operações no Brasil e de sua subsidiária, a Athena Foods
Gado Nelore. Foto: Michel Willian/Reprodução

A Minerva Foods, uma das maiores empresas de exportação de carne bovina na América do Sul, apresentou nesta quarta-feira (26/8) o seu relatório de sustentabilidade de 2019. No ano, a receita bruta da companhia foi de R$ 18,2 bilhões, alta de 5,6% na comparação com 2018 e mesmo percentual de aumento da receita líquida na base anual, que alcançou R$ 17,1 bilhões.

Na rastreabilidade da cadeia da carne bovina, uma dos temas de maior impacto para o setor de proteína animal, a Minerva afirma que mapeou no ano passado cerca de 9 milhões de hectares e o monitoramento de aproximadamente 9 mil fornecedores na Amazônia. No mesmo período, cerca de 2,4 mil fornecedores da empresa foram bloqueados por descumprimento aos critérios socioambientais. A companhia, pelo sétimo ano consecutivo, foi definida como uma empresa 100% em conformidade na auditoria do Compromisso Público da Pecuária. No ano passado, a Minerva Foods também passou a integrar a Mesa Global de Carne Sustentável (Global Roundtable for Sustainable Beef), que tem por objetivo desenvolver estratégias na produção de carnes, priorizando fontes naturais, comunidades e bem-estar animal.

Fernando Galleti de Queiroz, CEO da Minerva Foods

Oferecemos ao mercado um sistema de rastreabilidade com monitoramento geoespacial que nos garante 100% de conformidade ambiental, trabalhista e regularidade fundiária na carteira de fornecedores no bioma Amazônia, condição muito exigida pelos investidores em 2019 e que deverá se manter em razão da importância da região para o planeta,” diz Fernando Galletti de Queiroz, CEO da Minerva.

Taciano Custódio, diretor de sustentabilidade da Minerva Foods

A ideia é ampliar cada vez mais os esforços e investimentos em sustentabilidade e inovação, aperfeiçoando o modelo de negócios com foco em critérios socioambientais“, afirma Taciano Custodio, diretor de sustentabilidade da Minerva Foods.

Balanço consolidado

Em números, foram abatidos 3,5 milhões de bovinos, avanço de 3,4% em relação a 2018. Desse total, cerca de 1,7 milhão foram de abates no Brasil, crescimento de 5,1% na comparação com 2018. O índice de utilização de capacidade foi 76,7%.

Já o volume de vendas registrou expansão de 6,8% em relação a 2018, fechando em 1.158,6 mil toneladas. Do Brasil saíram  607,9 mil toneladas, crescimento de 4,7% em relação ao ano anterior.

Tanto no Brasil quanto na Athena Foods, subsidiária que atua na Argentina, no Chile, na Colômbia, no Paraguai e no Uruguai, os resultados foram impulsionados pelo aumento das importações de mercados emergentes, em especial a China. De acordo com a companhia,  46% da receita das exportações da Athena Foods tiveram a Ásia como destino, um aumento de 10% ante 2018. No caso do Brasil, a Ásia representou 39% da receita do ano, 12% acima de 2018. De todo o complexo da companhia, 7 unidades estão habilitadas à exportação: três no Brasil, três no Uruguai e uma na Argentina, totalizando capacidade de abate de cerca de 10 mil animais por dia.

Clique aqui para acessar na íntegra o Relatório de Sustentabilidade 2019 da Minerva Foods.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.