Ministério da Agricultura inicia auditoria para retirada da vacinação contra aftosa no RS

Auditores do ministério irão avaliar entre hoje e amanhã o cumprimento dos 18 apontamentos levantados no ano passado
Ministério vai avaliar cumprimento de 18 itens para o RS poder ser declarado zona livre de aftosa sem vacinação. Foto: Fernando Dias/Seapdr

O Ministério da Agricultura começou nesta terça-feira, 4 de agosto, a auditar a situação do Estado do Rio Grande do Sul em relação à preparação do Estado para a obtenção do status de “livre de febre aftosa, sem vacinação“.

Segundo informou a Secretaria de Agricultura gaúcha, em nota, os auditores do ministério estão avaliando o cumprimento de 18 apontamentos levantados pela Pasta no ano passado. Entre eles, a aquisição de 72 veículos e a contratação de 150 auxiliares administrativos para atendimento nas inspetorias de defesa agropecuária do Estado. A auditoria deve ir até amanhã, 5 de agosto.

Continue a leitura após o anúncio
Técnicos da secretaria repassam com auditores do ministério os 18 apontamentos levantados no ano passado. Foto: Luciano Salvaterra

“A montadora vencedora da licitação dos veículos já está enviando o cronograma de entrega, e o pregão para contratação de pessoal deve abrir as propostas nesta terça”, disse Covatti Filho, secretário da Seapdr. “Devemos ser bem avaliados porque o ministério vai comprovar que o governo estadual fez todos os movimentos necessários para a conquista da retirada da vacinação contra a aftosa.”

Além dessa averiguação, governo federal e estadual vão revisar também o plano estratégico para retirada da vacinação contra aftosa. Os trabalhos serão todos virtuais e online, por causa do isolamento social resultante da pandemia de Covid-19. A auditoria final também vai considerar o pleito para evolução de status sanitário junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Acredito que o relatório do ministério deve sair muito rápido, porque temos prazos nacionais e internacionais que precisamos cumprir para dar andamento no processo de evolução de status sanitário,” diz Rosane Collares, diretora de Defesa Agropecuária da Seapdr.

Fonte: Seapdr

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO