Naturafrig planeja reabrir unidade de Mato Grosso do Sul em 13 de julho

Operações de carne bovina foram suspensas, depois de casos de Covid-19

Em conversa nesta sexta-feira (3/7) com a DBO, a assessoria de imprensa da Naturafrig Alimentos disse que a empresa frigorífica pretende reabrir a sua unidade de carne bovina em Rochedo, no Mato Grosso do Sul, a partir de 13 de julho (segunda-feira). Na última sexta-feira (26/6), a empresa anunciou a suspensão das atividades na planta do MS como medida de prevenção contra o avanço do novo coronavírus entre os trabalhadores da fábrica.

Com essa decisão, a companhia entrou para lista de frigoríficos brasileiros que deixaram recentemente de exportar proteínas ao mercado da China devido a problemas relacionados à Covid-19. Nas últimas semanas, o governo de Pequim tem apertado o cerco contra os países exportadores da proteína com casos de propagação da doença entre trabalhadores que atuam no chão das unidades frigoríficas.

Continue a leitura após o anúncio

Além da China, a unidade em Rochedo está habilitada a exportar carne bovina para diversos outros países. Segundo informações da assessoria, para voltar à ativa, a Naturafrig pretende testar 100% de colaboradores antes do retorno das atividades.

Antes da decisão de paralisação espontânea, o frigorífico de Rochedo disse que, para evitar contaminações por Covid-19, afastou quase 800 trabalhadores efetivos diretos.

Durante o período de fechamento da fábrica de Rochedo, a Naturafrig pretende realocar os animais adquiridos no mercado para suas unidades de Nova Andradina (MS) e Pirapozinho (SP).

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO