Pecuaristas do MS protestam contra alteração de alíquota do ICMS

Mudanças do Fundersul provocaram acréscimo de até 72% nos tributos relacionados aos bovinos

O aumento do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rodoviário) foi aprovado dia 12/11 pela Assembleia do Mato Grosso do Sul. A alteração na alíquota do ICMS gerou tumulto durante a votação, gerando protestos dos produtores rurais, informa a consultoria Agrifatto.

Dentre os valores que sofreram acréscimo, encontram-se a gasolina/litro (+6%); gado até 4 meses (antes isento, agora com tributo de 40%); gado de 04 a 12 meses (+36%); gado de 12 a 24 meses (+42%); gado acima de 24 meses (+72%); milho/tonelada (+46); dentre outros.

Continue a leitura após o anúncio

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) e Aprosoja (Associação de produtores de Soja de MS) se manifestaram contra o aumento das alíquotas do Fundersul.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.